AIURUOCA – Circuito Terras Altas da Mantiqueira

AIURUOCA - Circuito Terras Altas da MantiqueiraEste roteiro foi preparado há uns 3 anos e depois de várias mudanças resolvemos fechar o trajeto. Seguiremos de carro, passando por mais de 30 cidades. Para concretizar este sonho temos que economizar ao máximo, por isso optamos por nos hospedar em campings primeiramente e depois hostel, pousada e por último hotel.

 

1ª Parada


Saímos da nossa casa no dia 10 de agosto e Aiuruoca foi nossa primeira parada, localizada no sul de Minas Gerais, esta cidade de nome difícil faz parte do Circuito Terras Altas da Mantiqueira, considerada uma das melhores cidades para o Ecoturismo, ficamos no Camping ” O Panorâmico” que fica próximo ao “Pico do Papagaio”, o principal ponto turístico da cidade. As ruas são de terra batida em boas condições para o trafego.
Conhecemos alguns campistas, entre eles o Aleson que já havia estado na região algumas vezes e já conhecia vários pontos na cidade, ele nos acompanhou em algumas cachoeiras o que nos ajudou muito.

Cachoeira Deus me Livre

Na cachoeira fizemos algumas paradas, as primeiras trilhas são mais fáceis, para ver outras quedas tem que ir subindo e fica cada vez mais difícil o acesso, mas vele a pena. Esta cachoeira fica em propriedade privada mas não se paga a visita, é só abrir a porteira e ir entrando.

 

Cachoeira dos Garcez

Fica no vale dos Garcez aonde tem restaurante e infraestrutura, por isso é um pouco mais movimentada, as quedas de 30 metros e a profundidade pode chegar a 5 metros,  são lindas e as águas clarinhas, ótima para banho.

 

Poço dos Macacos

A trilha é fácil e não requer esforço algum. Existem duchas em meio as pedras que a deixam muito bonita.

 

Pico do Papagaio

Localizado dentro do Parque Estadual da Serra do Papagaio. O ideal é sair bem cedo, em torno das 7:00, pois a caminhada é longa e difícil. Levar bastante água e lanche pois é um passeio para o dia todo, + ou – 8 horas de caminhada ida e volta. O pico tem 2.100 metros de altitude com uma visão de 360º. Subimos com um guia e foi muito bom, porque tem alguns pontos da trilha que pra quem não conhece dá a impressão que chegou. Na volta levamos alguns tombos, pois juntou o cansaço com a dificuldade da trilha, muitas pedras e terra solta, mas valeu a pena o cansaço e os tombos, um passeio imperdível! Como dizem por aqui: “Ficamos com as pernas docinhas” no outro dia.

 

Poço das Fadas

Este passeio fizemos pra fechar com chave de ouro, está localizada no vale Matutu, a 19 km da cidade. São 300 metros de trilha, reparamos que a terra pela trilha brilhava o que já faz jus ao nome, fazendo lembrar do “Pó de Pirlimpimpim” usado pelas fadas. Com 3 metros de queda, tem um encanto que é mesmo das Fadas.
Mesmo tendo ainda muito o que conhecer, tivemos que partir para seguir nosso roteiro, com a próxima parada em Ibitipoca.

 

Dicas em Aiuruoca:

  • Valor do camping é de aproximadamente R$ 25,00 por pessoa.
  • Na cidade tem restaurante com almoço a R$ 18,00 o PF e se come muito bem.
  • Agora no mês de Agosto, fez muito frio e geou.
  • Thamyse Dassie

    Conhecemos o casal na trilha dos cânions, no parque nacional da chapada dos veadeiros. Muito simpáticos. Desejamos boa viagem e esperamos pelos próximos posts

    • Muito obrigado, realmente estamos na estrada agora háa 40 dias já. Estamos na Ilha de Itaparica município de Vera Cruz. Curta e compartilhe o nosso blog e a nossa página.
      Abraços

    • Ola… tudo bem? Enviei uma SOLICITAÇÃO no Faceboock para você.