Olinda – Patrimônio Cultural Mundial pela UNESCO

HISTÓRIA

O desfile dos Bonecos de Olinda durante o carnaval.Olinda foi fundada pelos portugueses no ano de 1535, naquela época ainda como povoado, o que faz dela uma das cidades mais antigas do Brasil, sua arquitetura é predominantemente simples e rústica, o que dá um toque colonial à região.
Em 1630 Olinda foi tomada pelos holandeses, que a incendiaram no ano seguinte.
Em 1654 os portugueses retomaram o poder e expulsaram os holandeses.
Em 1982 foi declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO.

 

POR QUE OLINDA?

Suas construções, galerias de artes e mirantes são uma beleza à parte, (como a suntuosa e ricamente decorada Basílica de São Bento, o Convento de São Francisco com suas capelas de azulejos portugueses e a Igreja da Sé), atraem inúmeros visitantes todos os anos. A alegria está no rosto de seu povo e a animação rola o ano todo, basta percorrer suas ladeiras para sentir toda essa energia. Olinda está localizado no litoral do estado de Pernambuco, na região Metropolitana do Recife.
Alguns lugares que visitamos…

 

Igreja São João dos Militares

A Igreja de São João Batista dos Militares foi construída na segunda metade do século XVI. Segundo registros, o prédio abrigou, em 1592, os beneditinos quando chegaram a Pernambuco. Por estar situada fora das portas da cidade e por ter servido de quartel aos invasores, conta-se que a Igreja escapou do incêndio provocado pelos holandeses, em 1631.

 

Igreja da Sé ou Sé de Olinda

Inicialmente uma pequena capela de taipa, erguida pelo donatário de Pernambuco, Duarte Coelho, que via no alto da colina uma possibilidade de proteção contra os inimigos. Foi levantada sob a invocação de Nosso Senhor Salvador do Mundo e, em 1548, deu-se início a construção da nova Igreja Matriz, sofrendo em 1584 sua primeira reforma.
Durante a invasão holandesa, serviu como templo calvinista e sua estrutura sofreu bastante com o incêndio ateado pelo invasor. Foi reconstruída na Restauração Pernambucana em 1669, em estilo gótico, e em 1676, elevada à categoria de Catedral.

 

Igreja da Misericórdia

A Igreja de Nossa Senhora da Luz, do antigo Hospital da Santa Casa de Misericórdia, foi construída em 1540, por ordem da Coroa Portuguesa. Em 1630, o estabelecimento foi saqueado pelos holandeses e incendiado no ano seguinte. Depois da saída dos flamengos, em 1654, a igreja foi reconstruída com a feição do barroco, com reminiscências da renascença portuguesa. A Igreja da Misericórdia possui um adro com muros de arrimo e escadaria de acesso assimétrico. O frontispício(fachada principal) da fachada possui duas volutas que se alçam sem apoio, e sobre elas um brasão real em relevo.

 

Vista do Alto da Sé

 

Observatório Astronômico do Alto da Sé

Graças ao Observatório do Alto da Sé foi possível realizar a descoberta do cometa que ficou conhecido como Cometa Olinda, foi o primeiro cometa descoberto na América Latina, e o único descoberto no Brasil. Do início dos anos XX até o final da década de 1960, o local se transformou num observatório meteorológico e na década de 70 foi desativado. Atualmente, o Observatório Astronômico está vinculado ao Espaço Ciência e funciona para observações didáticas a turistas e visitantes.

 

O QUE FAZER?

É fácil percorrer a pé o Centro Histórico de Olinda, pois é compacto e os principais pontos turísticos são próximos, mesmo que há ladeira para todos os lados. Aqui recomendamos procurar o nosso AMIGO Severino da Biu Tur, que sendo um guia nativo da cidade conhece muitas histórias interessantes e adora contá-las para os turistas. Nós saímos apaixonados por Olinda após ter ouvido tudo que o Biu nos contou sobre as igrejas e conjuntos arquitetônicos. Fora que o cara conhece todo mundo que passa pelas ladeiras e isso faz com que o passeio se torna muito agradável, pois nos sentimos em nosso bairro.

 

QUANDO VISITAR OLINDA?

A alegria de Olinda está na cara de seu povo, que faz do carnaval de quase 2 milhões de foliões lotarem suas ladeiras, entre bonecos gigantes e dançarinos de frevo numa grande festa.
A partir de 1932, nas primeiras horas do domingo, o Homem da Meia-Noite, é a primeira alegoria a sair. Tem também o grande encontro de bonecos que ocorre na terça-feira.
Na quarta-feira de Cinzas você pensa que acabou? Que nada! Aí tem o Bacalhau do Batata, último bloco a desfilar.
Após os dias de frevo, as manifestações religiosas movimenta a cidade o ano inteiro.

 

Observações sobre o Carnaval de Olinda:

Maracatu

Maracatu em Olinda

Existem dois tipos de maracatu, o de Baque Virado, também conhecido como Maracatu Nação, e o de Baque Solto, também chamado de Maracatu Rural. O registro mais antigo que se tem sobre o Maracatu de Baque Virado data de 1711, mas sua origem é incerta. O que se sabe é que ele surgiu em Pernambuco e vem se transformando desde então. A manifestação tem relação com o candomblé (religião de matriz africana) e com a coroação de escravos negros, antiga estratégia de dominação desse povo pelos colonizadores. O ritmo é marcado por instrumentos de percussão e a dança se desenvolve num cortejo que conta com rei, rainha e toda uma corte simbólica. Já o Maracatu Rural não tem vínculo religioso e se associa ao folclore pernambucano. As personagens principais dessa manifestação são os caboclos de lança, representados por trabalhadores rurais que com as mesmas mãos que cortam cana, lavram a terra e carregam peso, bordam suas fantasias e tocam o ritmo acelerado da música.

Frevo

Frevo em OlindaMuito mais do que apenas um ritmo, o frevo é uma manifestação cultural genuinamente pernambucana que mistura música e dança. O frevo surgiu na cidade de Recife no seio das classes trabalhadoras, que no final do século 19 se organizavam em agremiações carnavalescas conhecidas como “clubes pedestres”. Esses grupos passaram a ocupar os espaços urbanos antes dominados apenas pelos chamados “clubes de alegoria e críticas”, que abrigavam as oligarquias locais e pretendiam mostrar um carnaval culto, no qual não havia espaço para os pobres.

 

COMO CHEGAR EM OLINDA?

O aeroporto mais próximo é Jaboatão de Guararapes, que fica na região metropolitana do Recife e possui diversos voos operados por  GOL,  AZUL, TAM e AVIANCA , para as principais cidades do país, chegando é só entrar em contato com o nosso amigo Biu.
No site da BiuTur se encontra hospedagem, gastronomia e tudo mais que precisar. Site: BIUTUR
Facebook: biutur turismo
Fone para contato: (81) 988118096 whatsapp (81) 996939703 Tim (81) 982228575 Vivo e .
email:[email protected]

Custo:

Todo trajeto por Olinda deve ser feito a pé, para isso basta colocar um calçado apropriado, roupa leve e um chapéu (o calor é forte).

Fonte:

Guia Turístico Igrejas
http://carnaval.olinda.pe.gov.br/

  • Severino Gonçalves

    Parabenizo o amigo Reginaldo e sua esposa Ana, pelo belo trabalho que é digno de aplausos em orientar os turistas na hora de se programarem para suas ferias… este blog estará sendo uma ferramenta de muito valor para todos.
    Cordialmente,
    Biu Tur